PENAMACOR QUER EXPLORAR CASAS DEVOLUTAS PARA TURISMO

O município de Penamacor quer recuperar três casas devolutas na Reserva Natural da Serra da Malcata, numa primeira fase, para aumentar a oferta turística no concelho.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, António Beites, foi solicitado ao Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) que esses imóveis passem para a esfera do município, através da delegação de competências, e que integrem a listagem de património devoluto do Estado.

O autarca adiantou já estarem identificadas as casas em causa, “abandonadas há vários anos”, com o objetivo de as alocar à vertente turística, no âmbito do Plano de Ação de Cogestão da Serra da Malcata, que envolve também o Sabugal, no distrito da Guarda.

Ao ICNF, de acordo com António Beites, foram apresentadas as propostas sobre o que o município, no distrito de Castelo Branco, tem projetado para cada um desses edifícios, no passado também utilizados para fins turísticos, mas agora degradados, afirmou o autarca, em declarações à agência Lusa.

António Beites sublinhou que na Reserva Natural da Serra da Malcata há mais casas em que o município quer intervir, depois de passarem para o domínio da autarquia.

“É importante para a atração turística do concelho, claramente, porque todas elas estão no coração da Serra da Malcata. São todas dentro da reserva natural, um património classificado, com 16 mil hectares”, acentuou.

2024-07-05T07:15:55Z dg43tfdfdgfd